terça-feira, julho 17

Vidas deste mundo (II)

A blogoesfera é, de facto, um mundo relativamente novo e os blogs terão ainda, no futuro, muitos papéis e funções. O que eu não conhecia são as reviravoltas nas vidas de quem os escreve, e segundo esta reportagem, as mudanças profundas que provocaram nas vidas das sua autoras e a utilização que fazem deste meio. É o caso de uma blogger de 28 anos que conseguiu encontrar um novo emprego graças ao que foi escrevendo durante dois anos. Esse sucesso foi um a "faca de dois gumes" como refere, pois terminou a relação amorosa que mantinha, levando-a a uma maior desconfiança para com a blogoesfera:"apenas comento blogs cujo autores conheço. Não vale a pena arriscar, pois sei que um simples post pode ter a capaciade de mudar a nossa vida, para o bem ou para o mal". É também o caso de CM que "viu o amor chegar à medida que aumentava a quantidade de comentários de Diogo no seu blog. (...)Não sei se ele é o amor da minha vida, mas tenho a sensação de que o conheço há muito anos". Joana usa o blog como uma terapia: "sempre que estou com raiva porque o meu marido não tem tempo para mim ou porque me sinto frustrada por não acompanhar a educação dos meus filhos, abro o blog e escrevo tudo o que me vai na alma." Há ainda quem use a blogoesfera para criar uma outra identidade, quem escreva sob anonimato ou como espaço de libertação :"os blogs permitem dizer o que se pensa e que de outra forma não seria dito". Acontece igualmente que "os blogs substituem o psicólogo", como no caso de J, que "faz a meditatação necessária sobre o seu bem-estar emocional através do blog, pois os seus comentadores, por não conhecerem a sua identidade "fazem sempre um julgamento mais justo". Num ponto concordo com a reportagem": a maioria dos bloggers procura no seu diário virtual uma pausa no quotidiano". E claro, "a vida que existe para além dos blogs é sempre mais importante".
Seja o que for, vício, terapia ou outra coisa qualquer, há por aqui um mundo novo que de certa forma desconhecia. Sempre com a vida à espreita.

6 Comments:

Blogger Clara said...

Mas é que é monumental mesmo. Eu que já cá ando há 3 anos nem arranjei emprego nem encontrei o amor da minha vida (deve ser culpa minha).

10:33 da manhã  
Blogger Once In a While said...

"a vida que existe para além .. é sempre mais importante" ..
Eu recente bloguer (termo esquisito) e pelo que tenho por vezes lido por esta blogosfera (outro ..) não tenho tanta a certeza disto .. :)
Abraço

10:46 da manhã  
Blogger MissPearls said...

Once,
Olá
Talvez seja melhor dizer " a vida que existe para além da blogoesfera deveria ser mais importante".

Clara,
Depende das expectativas com que se cria um blog e da sua utilização
:)

10:57 da manhã  
Blogger Clara said...

É isso é, a ver se crio um com o intuito de um cargo de Directora-geral de qualquer coisa, aí na Happy não explicam como, explicam?

6:41 da tarde  
Blogger MissPearls said...

Não Clara
Foi logo a primeira coisa que procurei :)

11:48 da tarde  
Anonymous baducha said...

Apetece-me sublinhar:
"Sempre com a vida à espreita"

3:32 da manhã  

Enviar um comentário

<< Home

eXTReMe Tracker