domingo, junho 17

Tempos de chuva

Parece-me que esta chuva não faz bem a nada. Pelo contrário, o feno pode apodrecer, os campos não podem ser amanhados, as videiras ficam destruídas e com esta humidade, até alguns dos meus ossos (partidos há anos) se ressentem.
Razões de queixa tem também o VLX que, legitimamente reclama por não poder comer as suas deliciosas saladinhas de batata derivado da chuva, pois "pedem calor, verão, sol, tanto e tão forte que à noite nem têm o mesmo sabor".
Sem revelar a receita divinal de "um certo molho avinagrado de gemas cozidas, azeite e mostarda", já me deu umas ideias para almoços de batatas novas, quando as houver, mesmo à custa das unhas pretas de descascar tantos tubérculos miniaturas.
Voltando à chuva, ou melhor, voltando de uma chuvada, só me ocorre a vantagem de ter o carro limpo e as ruas lavadas. Venha o sol na eira, que chega de chuva no nabal .

3 Comments:

Anonymous Cristina Ribeiro said...

Até o meu gato anda todo molhado(apesar da chuva não prescinde dos seus passeios)!
Por este andar, é de mudar de Maio para Junho o mês de romper a croça :)

7:33 da tarde  
Blogger Zé Ninguém said...

Miss Pearls

Deixei aqui ficar uma lembrança para uma saladinha:

http://absolutamenteninguem.blogspot.com/2007/06/absolutamente-ningum-um-blog-com.html

Ficam-lhe bem!

7:57 da tarde  
Blogger MissPearls said...

Obrigada pela nomeação. Tenho que pensar bem :)

Pois é Cristina :)

9:29 da tarde  

Enviar um comentário

<< Home

eXTReMe Tracker