quarta-feira, junho 13

Geração vinil

Julie London, "Cry Me a River" in Frank Tashlin's The girl can't help it (Do Gato Maltês, um blog absolutamente anglófilo)

1 Comments:

Anonymous J.J.J said...

Tenho saudades da geração vinil.
Vivia-se mais devagar e curtia-se melhor a vida.

11:08 da tarde  

Enviar um comentário

<< Home

eXTReMe Tracker