segunda-feira, junho 11

Geração vinil

Johnny Cash "I Walk the Line" live 1959

I keep a close watch on this heart of mine I keep my eyes wide open all the time I keep the ends out for the tie that binds Because you're mine, I walk the line I find it very, very easy to be true I find myself alone when each day is through Yes, I'll admit that I'm a fool for you Because you're mine, I walk the line

3 Comments:

Anonymous Docas said...

Olá Parabéns pelo Blog sempre interventivo, curioso e criativo. Adorei esta ressurreição.. o preto e branco, os penteados, a música, o delírio.. Curioso é que os tempos mudam, mas as figuras pouco ou nada!! td de bom!

11:49 da manhã  
Blogger definitivo said...

Chame-me louco, Miss Pearls: vejo/ouço similitudes entre o "conjunto" de Johnny Cash e o nosso "Conjunto António Mafra".

Como são dois "Reserva", tenho de ambos na minha "garrafeira", onde só cabe o que eu gosto.


PS: hoje, no "Boa Noite Alvim" (imperdível) ouvi o Francisco José Viegas dizer - e eu concordo em absoluto - que uma "Feira do Livro" não deve ter animação mas sim, farturas, cerveja, vinho, café...

2:56 da manhã  
Blogger JC said...

Caro Definitivo:
Sou um "fan" do António Mafra (um percursor do Quim Barreiros adequado à brandura dos costumes de então)mas não encontro semelhanças significativas com o Johnny Cash, por quem não sinto particular empatia musical. Já experimentou ouvir o Million Dollar Quartet, uma "jam session" gravada nos estúdios Sun, em Memphis, integrando Elvis, Cash, Jerry Lee Lewis e Carl Perkins?
Cumprimentos

2:36 da tarde  

Enviar um comentário

<< Home

eXTReMe Tracker