sábado, janeiro 22

Coisas do frio (II)

Claro está que muita gente que se queixa do frio anda mal agasalhada. 
Não falo dos mais novos, com sangue na guelra, mas mesmo assim, que falta lhes faz um casaco quente que lhes resguarde os traseiros, as barrigas e o pescoço desabrigado! O cachecol, companheiro de invernia, tem agora outra função que não a de agasalhar: fica giro no decote, de comprimento exagerado quanto inútil e de materiais sem a função de aquecer.
Claro que o frio por cá é para "amadores". Como escreveu o Francisco, "Quando eu era miúdo (bom, eu vivia no meio do frio) vestíamos de Inverno, de meia-estação (bem vistas as coisas, a estação «mais elegante») e de Verão. No Inverno, se havia frio, vestíamo-nos para o frio. Hoje, na verdade, algumas pessoas queixam-se do frio mas estão vestidinhas para um Outono morigerado, com brisas tépidas durante a tarde e sopro de Norte depois do crepúsculo".
 E há ainda as casas: muitas delas de construção manhosa, sem isolamentos nem exigências ambientais. Algumas com jacuzzi e sanitários de luxo, mas sem vidros duplos; cozinhas modernas, mas salas com carros dentro; LCDs de grande porte mas com  vento pelas frinchas.
Mais uma acha de lenha e boa noite.

1 Comments:

Blogger Beuxa said...

Mas mesmo estando tudo bem agasalhado o frio sente-se...principalmente no nariz :)

4:42 da tarde  

Enviar um comentário

<< Home

eXTReMe Tracker