sexta-feira, março 9

Experiências




Um banho com cores de sépia em água quente a cheirar a barro.

Anos e anos de ignorância em Botânica teve, obviamente, um mau resultado: olhar para as árvores sem lhes saber o nome nem lhes adivinhar a idade.
Tudo isto no Parque Terra Nostra, um lugar bem perto do céu sem precisar de roaming.

4 Comments:

Blogger outro blog said...

é sim....e não me esqueço da cor barrenta das águas, não sei se do enxofre ppor aproximação ás Furnas se não....
lembro de uma enorme árvore caida sobre essas tais aguas barrentas, caida..quase a tocar as aguas...
é lindissimo esse espaço...esse hotel TERRA NOSTRA...
:)

3:07 da tarde  
Anonymous Blita said...

Nos últimos tempos as terras parecem-me mais bonitas através das câmaras fotográficas. Pode ser defeito dos meus olhos, claro...

12:57 da tarde  
Anonymous ricardo said...

Aproveita, estás na terra mais bonita do mundo.
Lagoa do fogo, não há igual...

4:30 da tarde  
Blogger Eterna Descontente said...

Ah, e eu a julgar que a fotografia do cartaz era (em modo de metáfora, sei lá) a de um esgoto a desaguar num rio! Só agora, percebo que deve ser a tal piscina do Parque Terra Nostra. Que ignorância a minha! :-)

12:40 da manhã  

Enviar um comentário

<< Home

eXTReMe Tracker