quarta-feira, março 7

Elis Regina & Antonio Carlos Jobim Águas de Março

9 Comments:

Blogger Sérgio Aires said...

Já vi que gostou da ideia...
Coisa mais linda essa música... E que saudades eu tenho dessas duas criaturas...

2:06 da manhã  
Anonymous baducha said...

Ouvir "Águas de Março" cantada por estes dois é muuuito bom...a esta hora da noite é ainda mais refrescante...

2:15 da manhã  
Blogger ergela said...

Cara Isabel,estou em Londres em trabalho e não é que dei comigo a pensar em si,e sabe porquê?Por causa dos seus posts sobre as grandes cidades da Europa e aquelas fabulosas "dicas".Obrigado.
:)))Cumprimentos desde Londres.

8:48 da manhã  
Blogger MissPearls said...

Ergela,
Mande-nos uma foatografia :)

10:13 da manhã  
Blogger ergela said...

Cara Isabel,bem gostava de lhe mandar umas fotografias,mas estou de partida e sem máquina fotografica,para o mês que vem volto, e aí...
See You...
Só lhe digo,Londres é centro do mundo.

1:45 da tarde  
Blogger outro blog said...

ouça este tema por astrud gilberto .....
por exemplo....
:)

10:14 da tarde  
Blogger El Homo Rodans said...

wow, adoro a ellis, me robare este video, aguas de marzo es una cancion que me pone de un humor muy jocoso por las mañanas. tambien astrid gilberto es una de mis favoritas. gracias por el placer de oirles y verles. abrazos en marzo desde mexico.

10:28 da tarde  
Blogger O Jansenista said...

De notar a forma como as palavras, de início tão solenes e significantes, vão imperceptivelmente deslizando para uma espécia de melopeia embaladora - a beleza das coisas simples.

11:04 da tarde  
Blogger definitivo said...

"Uma ave no céu, uma ave no chão
é um regato, é uma fonte
é um pedaço de pão
é o fundo do poço, é o fim do caminho
no rosto o desgosto, é um pouco sozinho."

Ave
Ceú
Chão
Regato
Fonte
Pão
Poço
Caminho
Rosto
Desgosto
Sozinho

Sou uma ave no céu
muito longe do chão;
olho o regato, miro a fonte
mas não vejo pão.

Reparo no poço
onde acaba o caminho;
fecho o rosto, com desgosto
de estar sozinho.

Perdoe-me, Miss Pearls, por este "anagrama" das palavras de Jobim.

Tenho discos de ambos, mas gosto de ouvi-los... separados.
Aí, sou uma ave no céu...

2:20 da manhã  

Enviar um comentário

<< Home

eXTReMe Tracker