sábado, abril 19

Palavras na ponta dos dedos


Este blog tornou-se claramente portátil, ressentido com a mudança de ares, falta de prática e bateria a menos. O tempo gasto a escrever meia dúzia de linhas é prova de que ainda está longe de adquir a velocidade e eficácia com que tanta gente vai carregando nas teclas certas e nos comandos mais rápidos. Deste lado do écran, vão acontecendo fenómenos cuja origem desconheço, as letras parecem ter mudado de lugar e o delete tornou-se uma função com vontade própria: por vezes não apaga o que se pretende e outras faz desaparecer o que não era suposto ser corrigido.
Os bolds, os itálicos e a cores não têm corrido bem: um movimento mais rápido, um dedo que foge e lá vai tudo de uma vez só. Muita faLTa de jEI/eito. Para terminar, arrastar um nadinha o cursor, lado esquerdo, lado direito e não é preciso fazer força. Tu...do mmuuuiiittttooo lento. Mais um descuido foi-se a outra imagem.

1 Comments:

Anonymous Mike said...

(risos)... é que se a imagem for idêntica à deste post é uma pena e adivinho trabalho redobrado... hÁ pAra aí mUiTa lOuçA pArtiDa e cAcos pAra apaNhAr... :)
(o qUe eU me jÁ me ri).

12:17 da tarde  

Enviar um comentário

<< Home

eXTReMe Tracker