segunda-feira, maio 7

Paris: mais excessos

[Estamos na parte do Prós e Contras em que se diaboliza tudo "o que mexe" e basicamente os de sempre. Em suma, a esquerda é boazinha, a direita é uma sacanice e eu já não tenho idade para estas coisas. ]
Mudemos de assunto.
Chama-se Paris. Paris Hilton e é a "party girl" mais famosa do mundo. É loura, milionária, adora roupa, festas e copos. A semana passada, ia num tal estado, que acabou por ser detida pela polícia por conduzir o seu Bentley de luzes apagadas. Mais grave ainda, violou a liberdade condicional, o juíz não esteve com meias medidas e mandou-a durante quarenta e cinco dias para a prisão. Segundo consta, a moça não tinha conhecimento de que estaria suspensa. Isso também não ajudou a demover o juíz.
Desconfio que a cadeia por onde ela irá passar nunca mais será a mesma e se eu adivinhasse a canseira que seria para encontrar uma fotografia da menina mais ou menos vestida, não me tinha metido nisto.

3 Comments:

Blogger definitivo said...

Não vimos o mesmo programa, Miss Pearls: é um luxo - está a tornar-se raro - termos a oportunidade de ouvir as duas maiores (Cunhal já morreu) figuras do panorama político português das últimas três décadas. Embora em barricadas opostas, tanto Mário Soares como Adriano Moreira - os outros dois não passam de assistentes -, "ensinam-nos" a perceber melhor porque é que "isto" está como está. Mal.
E eu concordo. Com os dois. É possível concordar com os dois? Se ambos estão de acordo...

Nem de propósito, depois do programa, vi na SIC Notícias um outro programa sobre a "nova pornografia". Impressionante: em plena França, a agora (já era) França de "Sarko", é permitida a venda de filmes pornográficos que mostram jovens adolescentes a serem violadas, atadas com arame farpado, etc e muitos etcs!...
Falou na Paris americana, Miss Pearls? Pois é na Paris europeia - o coração de França (do mundo?) - que os "homens" compram, em hiper e luxuosas sex shops, toneladas da mais "moderna" pornografia.
Tudo às claras e dentro de toda a legalidade.
Ou seja, em França, fazer, vender, comprar ou alugar estes filmes, não é crime. Apenas uma ressalva: é crime se, no filme, entrarem menores. De 18 anos. Uma lei que foi criada há poucos anos.
No entanto, uma grande percentagem de consumidores deste tipo de filmes são jovens com menos de... 18 anos. Que chegam a descer... até aos 10!....

"O que deu cabo da França foi o Maio de 68"

"Quero uma França de pleno emprego"

"Quero o IVA a 5% para todos os produtos franceses"

A quem os franceses entregaram o seu país!...


Afinal, Miss Pearls, parece que a "Sago" não era "só isso": o FF - sem querer, obviamente - já deu a mão à palmatória: sobre o debate televisivo entre os dois, diz ele que "ouve um empate".

Reafirmo: o homem é machista.

4:28 da manhã  
Blogger MissPearls said...

Caro Definitivo
Se me lê sabe que não sou pessoa de grandes alardes sobre mim, mas esses "catecismos" da doutrina social da Igreja e do modelo social europeu, já li há muito muito tempo. São manuais para aprendizes de conceitos.
talvez por trabalhar e investigar matérias que já não se compadecem com estas primeiras leituras.

A História não se re-escreve mas quando ele referiu o Maio de 68 relaciona-o com geração e um pensamento na qual a sociedade já pouco se revê.
Por mim, digo-lhe que estou fartinha da conversa de Maio 68.
E se passassemos à frente?

4:08 da tarde  
Blogger The Bear said...

Em relação a Paris Hilton deixo este atalho. Penso que fica tudo dito.... http://www.youtube.com/watch?v=6DlmGusx65Y.

4:06 da tarde  

Enviar um comentário

<< Home

eXTReMe Tracker