quarta-feira, janeiro 31

Blowin' in the wind

A verdade é que a criatura se fartava de ler. O que nunca ninguém lhe disse, é que no caso dela, há certas coisas que são como os cremes: pôr muita ou pouca quantidade, faz exactamente o mesmo efeito. Mas dela será o Reino dos Céus.

9 Comments:

Anonymous Eduardo said...

Misspears, ótima. Antológica.

10:48 da manhã  
Blogger plopes said...

Não sei se entendo, mas penso que ler muito ainda não é bem como pôr muito ou pouco creme. Há-de ser uma private joke, talvez. Fez-me lembrar a Nina Simone.

2:17 da tarde  
Blogger MissPearls said...

Caro plopes,
Caro que não é. Muitas vezes, ler muito não interessa nada. O que me interessa gente erudita? O que me interessa é o carácter.
Por exemplo, nunca, mas nunca verá aqui insultos, desprezo pelos outros, invejas, despeito ou má fé.
Acho isso tudo péssimo. Genuinamente péssimo.

2:23 da tarde  
Blogger MissPearls said...

"Fez-me lembrar a Nina Simone"

Porquê?
:)

2:24 da tarde  
Blogger NancyB said...

Efectivamente o carácter é mais importante do que a erudição. Já conheci gente com muita leitura e com muito pouco carácter. Contudo é óbvio q não é a erudição q molda um mau carácter.

6:51 da tarde  
Anonymous Eduardo said...

Mas o mau carater erudito é muito mais perigoso....

8:37 da manhã  
Anonymous Anónimo said...

Caríssima Srª Dona Pearls, é sempre com enlevada a leitura das sucessivas reedições deste seu post mas a minha amiga tem de ser menos dura para consigo: ser bibliotecária não supõe ler muito nem abona, contra ou a favor, do seu carácter. São os factos, isso sim, que falam por si.

3:29 da tarde  
Blogger MissPearls said...

Caro/anónimo/a,
Vejo que lê este meu humilde blog, onde escrevo o que me apetercer. Dentro da maior das delicadezas, como sabe, sem insultos.
Mas não perca tempo por aqui, que só apanha azia! Deixe-se disso.
Até lhe publico o comentário , veja lá !!
:)

12:26 da manhã  
Anonymous Anónimo said...

Antes de mais queira desculpar a omissão do nome, foi um lapso apenas. Queira ainda, por favor, subtrair a partícula «com» em «é sempre com enlevada a leitura» no meu comentário anterior.

Quanto ao risco de apanhar azia aqui, reconheça-se que não faria sentido atendendo à ausência de acidez por si reafirmada; estou certo, não é? E a menos que as indicações do rótulo não correspondam ao produto, tranquilize-se no que ao bem estar do meu estômago diz respeito.

Aproveito para lhe dizer que tenho lido, também e ainda enlevado se bem que em draft, os seus e-mails. Genuínos e, esses sim, de inestimável valor gastronómico.

Um abraço enorme,

João Carlos H.

10:37 da manhã  

Enviar um comentário

<< Home

eXTReMe Tracker