quarta-feira, novembro 1

A time to weep, and a time to laugh. A time to mourn, and a time to dance. (Eclesiastes 3:4). Conhecidos e desconhecidos - Um belíssimo post no Amigo do Povo, pela minha amiga Ana Cláudia Vicente.

10 Comments:

Anonymous Anónimo said...

Viver a vida, pois para isso é que cá estamos.

Um abraço ternurento, por todos estes posts que acabei de ler.

12:22 da tarde  
Blogger katraponga said...

Que bonito.

12:38 da tarde  
Blogger MissPearls said...

É bonito, sim.:)
António, um abraço.

10:17 da tarde  
Blogger Ana Cláudia Vicente said...

Isabel, ocorreu-me após ter lido aquele teu sentido post "Da Ocultação".

Um beijinho, bom dia [e-mailo-te mais logo :)]

11:34 da manhã  
Anonymous Anónimo said...

Uma foto da minha terra….ontem……………. margem esquerda Portugal, …………… direita, Espanha.

Aquela flor chama-se esteva……….. Ou chaga de Cristo. A parte vermelha é doce

A esteva tem mel e fica colcada aos dedo.



Ao fundo uma oliveira e ao lado, rosmaninho e alfazema



Lá ao fundo corre o Tejo, fundo e escuro



Quem é desta terra, tem sempre vontade olhar aquela terra com torrões de terra e sem água, com silvas e estevas



E pegar num raminho de alfazema, feito ali, atá-lo com um pedaço de palha e colocá-lo devagar e sem barulho aos pés da pedra onde repousam aqueles que durante anos e anos fiaram a nova vida, com enlevo e doçura



E chegar ao fim do dia e beber o chá de erva doce, quente, com bolo de mel, depois de ter colocado 3 “pezinhos” de alfazema.



Foi assim o meu dia de ontem. E hoje quando aqui cheguei…………..ainda com cheiro do alfazema nas mãos e os olhos naquelas pedras com uma cruz e três nomes, acho que ninguem sabia que devemos cuidar os nossos mortos que em vida muitas vezes não nos deixaram morrer.

E eles são os nossos anjos, que no céu, estão a "pedir por nós". É esse afinal o unico significado do dia que ontem foi feriado: lembrá-los e dizer lhes que os amamos, que sempre os amamos e que até ir para perto deles faremos os km que forem precisos para lhes deixar um raminho de alfazema, limpar lhes as pedras, ou simplesmente, olhar.
t



Desculpe. Devia ter reagido de outra forma. Menos emotiva e pragmática.

9:15 da tarde  
Anonymous Anónimo said...

Jara

11:57 da manhã  
Blogger MissPearls said...

T,

Esteja à vontade por aqui.
Farta de gente desapiedada ando eu !

11:58 da manhã  
Anonymous Anónimo said...

E o cheiro a estevas? Ah, o cheiro a estevas!

1:22 da tarde  
Blogger MissPearls said...

Sim. O cheiro a estevas, principalmente depois da chuva :)

2:39 da tarde  
Blogger Isabela said...

Também reconheci o Guadiana, o meu rio de eleição.
Muito bonito, como sempre, tudo.

12:10 da manhã  

Enviar um comentário

<< Home

eXTReMe Tracker