domingo, novembro 12

8 Comments:

Blogger O Jansenista said...

Mais chic não há (Neuilly, talvez), mas é preciso ter fric, pognon, aquilo com que se compra os melões. Ao mesmo tempo passear pelo 16me traz uma sensação de deserto, e a mim assalta-me a imagem de Pierre Brossolette (um dos poucos verdadeiros heróis da Résistance) saltando para a morte para fugir à tortura da Gestapo, na chiquérrima Av. Foch.

2:53 da tarde  
Blogger ccc said...

Très charmant. Je préfère quand même le III Arrondissement : le Marais et la Place des Vosges adjacente. Sublime !

9:59 da tarde  
Blogger MissPearls said...

Muito BCBG, não é?
:)

Cada vez gosto menos dos "ares modernos". Parecem-me de feira, descobertos, mas cada um/a ...
:)

12:51 da manhã  
Anonymous Eurico de Barros said...

De nada! ;-)

1:55 da manhã  
Blogger ergela said...

Cara Miss

Nem me quero lembrar da ultima vez que estive em Paris,as horas,e horas que andei, e andei,e andei, e não vi todo,realmente Paris é o centro do mundo,o resto é conversa.

Cumprimentos

2:05 da tarde  
Blogger Rosario Andrade said...

Ola Miss!
...é a segunda vez hoje que vejo Paris em blogs e que me acossam as saudades. Deve ser um sinal...tenho de la regressar com urgencia!
Bjicos

4:25 da tarde  
Blogger MissPearls said...

Rosário e Eregela,
Há assuntos que não podem ser adiados. É voltar rapidamente a Paris, de preferência com o homem que a gente ama :)

5:30 da tarde  
Blogger ergela said...

Cara Miss

"com o homem que a gente ama",credo,cruzes, canhoto!O unico homem que amei(o meu pai)infelizmente já morreu.(percebi a ideia,claro!).

Tenho,de lá voltar,bem assim como a Roma,e a NY(não conheço)com caracter de urgência.(assim me deixem entrar,claro!Como sou do sul da Europa,ainda posso ser tomado por um "perigoso terrorista").

Cumprimentos.

6:15 da tarde  

Enviar um comentário

<< Home

eXTReMe Tracker