sexta-feira, julho 28

Trabant e pedacinhos de muro

2 Comments:

Blogger O Jansenista said...

Se as saudades do Leste são ostalgia (dor nos ossos), a queda do Muro de Berlim será osteoporose?

6:32 da tarde  
Blogger MissPearls said...

Por acaso acho que estes objectos devem ser incluídos em estudos etnológicos ou melhor dizendo: folclore.
Como o filme Goodbye Lenin, a que achei imensa graça.

Aliás em Berlim nada disto existe actualmente.
Estes objectos já foram recolhidos para museu.
O que me pareceu bizarro foi que Belim está cheio de sinais de luto e culpa por um passado recente ligado ao nazismo e quase que não há referências à herança soviética, que foi, como sabemos, de uma grande candura. Fiquei com a impressão que estas contas com o passado aninda não estão feitas.

7:26 da tarde  

Enviar um comentário

<< Home

eXTReMe Tracker