domingo, abril 11

10 Comments:

Blogger MargaridaCF said...

at last!! cat whisperer...
parabéns!

5:09 da tarde  
Blogger Cinderela dos Pés Grandes said...

Here she is! What a cat!...
Linda! Merece os trabalhos havidos, sem dúvida!

10:24 da tarde  
Blogger M Isabel G said...

Já somos amigas. Naõ sai de perto de mim. Mas da alcofa é que ela não gosta.

11:09 da tarde  
Anonymous Anónimo said...

Cara Vizinha,

Ou a sua perseverança foi - felina-mente - reconhecida ou o espírito da Entente Cordiale transbordou de Carcavelos e chegou a Telheiras.
:-P

Boa semana a todos em casa,

11:11 da tarde  
Blogger M Isabel G said...

É verdade. mas mesmo assim, acho que ela ainda está um pouco stresada.:)
Obrigada

11:16 da tarde  
Anonymous Anónimo said...

quer linda gatinha e faz muita companhia. que bom!

T, J e Z

11:44 da tarde  
Blogger Madalena said...

A perseverança sempre compensa! Claro que a pobre está stressada: mudaram-lhe a casa, os hábitos e os donos e não a avisaram? Eu também estaria! O período de adpatação até foi curto. Parabéns pela persistência e tenho a certeza que arranjou uma amiga para a vida (eu sempre pensei que os gatos são uns grandes amigos e fiéis, apesar de muitos pensarem o contrário).

2:50 da manhã  
Anonymous Anónimo said...

Esta gatinha foi reecolhida de um parapeito de uma janela onde passdava o inverno porque tinha por debaixo o calor da caldeira. Como o Inverno foi rigoroso, a dona da casa meteu e em casa, ao lado de uma aquecedor dentro de uma mantinha, e lá foi ficando. A gatinha vivia na rua. mas como em casa já temos dois gatos e um cão e tosos os dias damos de comer a 5 gatos, arranjamos uma casinha bem melhor para esta gatinha, porque o cão e os outros gatos não a deixavam em paz porque para eles ela é uma "penetra". Mas a MIss, que tem um excelente coraºão ficou com a nossa gata "hóspede" e já são amiguinhas.

T, J e Z

5:13 da tarde  
Anonymous Anónimo said...

Uma companhia preciosa, ainda que traumatizada por tempos difíceis. Agora convirá não esquecer que se os donos têm cães, os gatos têm donos.

A ordem dos factores não é arbitrária: num cão, manda o dono; num gato, manda o gato. Manda nele e no dono!

E por mim está muito bem assim.

Costa

1:21 da tarde  
Blogger M Isabel G said...

"num cão, manda o dono; num gato, manda o gato. Manda nele e no dono"
Isso mesmo:)

11:17 da tarde  

Enviar um comentário

<< Home

eXTReMe Tracker