segunda-feira, dezembro 15

Chávena escaldada

Pela publicidade na televisão, rádios, revista e nas conversas que ouço, tudo me leva a crer que as meias de leite, os garotos, os galões e os abacanados? abatanados? têm os dias contados. O mesmo se passa com o café curto, o café cheio, o café em chávena escaldada ou a bica em chávena fria que também já tiveram melhores dias.
A tendência deste Natal são as máquinas fantásticas de onde saem bebidas faladas em italiano como cappuccinos e latte macchiato, apadrinhadas pelo "Are you Mr. George Clooney?".
Não, não estou a desdenhar. Acho um pouco confuso escolher uma cápsula de café como quem consulta a carta de vinhos num restaurante. O capriccio será tão bom como um Barca velha ou o arpeggio estará ao nível de um Quinta da Bacalhôa 1995? Uma ralação para quem não percebe nem de cafés nem de vinhos.
À excepção da Starbucks servida em doses industriais com nomes estrangeiros, não estranharia ouvir, daqui a uns tempos, o cavalheiro pedir um ristretto, a senhora reclamar o seu lungo e os empregados baralhados com o doppio e o caffè macchiato.
Qual será o futuro do café pingado? E do café com cheirinho?

4 Comments:

Blogger Margarida Pereira said...

Oh…, que gracioso…
Como queria escrever exactissimamente assim…
Porque ‘penso’ estas coisas mas depois, fica tudo ‘lost in translation’…
Rendi-me à ideia. Coisa de paixão (que é como se deveria viver tudo).
O amor gosta, partilha e contagia.
Quem saboreia café procura sempre o sublime.
Só aceita o excelso.
E pelo que me foi dado constatar, há lá presente mais natalício do que uma Nespresso?
Ou, como ronrona o sr. Clooney: “What else?”…

2:46 da tarde  
Blogger once said...

"as máquinas fantásticas de onde saem bebidas faladas em italiano " ;) mais um texto daqueles Miss Pearls **

4:28 da tarde  
Blogger M Isabel G said...

Vocês são umas queridas:)

Pois eu não tenho Nespresso nenhuma, mas em compensação talvez o meu aspirador super sónico já esteja reparado:)
Bjs

5:45 da tarde  
Blogger Margarida Pereira said...

Mas está sempre a tempo! Quem sabe se o Pai Natal... :))
(ainda por cima há uma campanha com um desconto - 'em talão' (!) e tudo...)
Como me haviam (a modos que )prometido uma e faltaram (what else is new?...), vou oferecer-ma. Que também somos merecedoras de mimos. E sabemos do que gostamos, o que é uma vantagem superlativa!

5:54 da tarde  

Enviar um comentário

<< Home

eXTReMe Tracker