segunda-feira, junho 9

"Tenho os pés muito estreitos, de modo que só calço Ferragamo"

"Grace Mugabe aproveitou a cimeira sobre a fome para gastar 80.000 dólares em compras na capital italiana
Mulher do Presidente do Zimbabwe levantou o dinheiro do banco central a uma cotação muito mais favorável do que a do mercado paralelo Grace Marufu Mugabe, antiga secretária de 44 anos que é casada com o Presidente do Zimbabwe desde 1996, levantou a semana passada 80.000 dólares (50.845 euros) do banco central do seu país para fazer compras em Roma, enquantoRobert Mugabe participava na cimeira da FAO sobre a fome no mundo, escreveu ontem o jornal sul-africano The Cape Argus. A nova loucura despesista da primeira dama, numa altura em que milhões de compatriotas seus estão a viver no estrangeiro por não encontrarem emprego no Zimbabwe, e em que o Governo proibiu a ajuda humanitária internacional enfureceu alguns dos altos funcionários do banco, que falaram de uma atitude desumana, refere o artigo. A antiga Rodésia necessita de todo o dinheiro que for possível para adquirir alimentos e outros bens essenciais. Mas a primeira dama prefere gastar as reservas nacionais nas criações de grandes costureiros; e até mesmo em sapatos, como acontecia com a filipina Imelda Marcos. Tenho os pés muito estreitos, de modo que só calço Ferragamo, explicou recentemente Grace, a propósito da sua predilecção pelas colecções do designer italiano Salvatore Ferragamo. A forma muito especial de a ex-secretária de Mugabe ter assinalado a cimeira mundial contra a fome verificou-se alguns meses depois de, em Janeiro, ter levantado 100.000 dólares (63.557 euros) para ir de férias com o marido e os três filhos até à Tailândia e à Malásia, tendo-se chegado entretanto a especular que este último destino poderia um dia vir a ser o lugar de exílio para o casal, se a isso fossem obrigados pelas circunstâncias. Cada uma das deslocações do Presidente e da sua mulher, 40 anos mais nova, significa um grande saque no Tesouro zimbabweano, com o pormenor de que Grace ainda está a beneficiar de uma cotação muito especial: 30.000 dólares zimbabweanos por cada dólar norte-americano, enquanto no mercado paralelo são já necessários pelo menos 1500 milhões de dólares nacionais para se obter um só dólar dos Estados Unidos. A mulher cujo casamento com o Presidente ficou a marcar o resvalar do país para o abismo é conhecida ironicamente como a primeira compradora da nação, dizendo-se até que ela é uma das pessoas mais influentes do regime. E já lhe chegou a ser atribuída a afirmação de que o candidato presidencial do Movimento para a Mudança (MDC), Morgan Tsvangirai, jamais irá ocupar a State House, a sede do poder. (PUBLICO 9.5.08)"

4 Comments:

Blogger Luís Bonifácio said...

O Povo tem fome?
Não há pão?

Eles que comam Brioches.


Onde é que eu já ouvi isto?

12:55 da tarde  
Blogger esquilo said...

...mas ainda há guilhotinas a funcionar? onde?

2:30 da tarde  
Anonymous mike said...

Por trás de um grande déspota há sempre uma grande gastadora? Acho que não são assim os dizeres...

10:28 da tarde  
Anonymous baducha said...

A minha primeira reacção a este tipo de noticias é (quase) sempre muito primária, por isso o melhor é ficar calada, mais não seja por respeito a Miss Pearls e seus leitores.

3:54 da manhã  

Enviar um comentário

<< Home

eXTReMe Tracker