terça-feira, abril 10

Do Azedume, do anonimato e do insulto

A blogosfera veio demonstrar que a inteligência, a formação e a superioridade sobrelevam a publicidade, o cartel, o clube e o favor. (...)
É evidente que a blogosfera revelou o melhor, mas trouxe, também, do pior: a canalhice, o rebotalho, a provocação medíocre, o odiozinho reles, a difamação(...) e fúrias(...) . A última barreira a vencer é o anonimato. Compreendo que muitos queiram manter o recato e evitem a exposição, porquanto vivemos numa terra que se especializou como nenhuma outra nas artes das inquisições, das policias políticas e das vinganças servidas a frio. (...) Não é necessário lembrá-las para fazer tese desta impressão. Contudo, esses anónimos são Senhores Anónimos, como o são Senhores no exercício das actividades profissionais a que se dedicam com autoridade e reconhecimento público. Não falo desses anónimos, mas dos "outros". É precisamente por isso que não abro Combustões a comentários dos valentes do teclado.(...) Aos primeiros, abrirei as portas, permitindo-lhes a publicação dos seus textos, que assinarei por baixo. Aos outros, farei o que sempre fiz: desprezo absoluto.

7 Comments:

Blogger Francis C. Afonso said...

Ele escreveu "sr. Anónimo" ou "engº. anónimo"?

11:22 da tarde  
Blogger cristina ribeiro said...

É uma grande verdade que ,por vezes,os comentaristas anónimos aproveitam esse anonimato para porem cá fora tudo o que de pior lhes pode passar pela cabeça;e então quando o bloguista se "atreve"a fugir ao políticamente correcto...

11:44 da tarde  
Blogger MissPearls said...

Só vendo o diploma e as equivalências :)

12:54 da manhã  
Anonymous Anónimo said...

Carissima vizinha,

Ainda bem que não esqueceu aqueles que por razoes socio-profissionais estão impedidos, digo bem impedidos por lei, de poder dar a cara.

Best regards,

11:02 da manhã  
Anonymous baducha said...

Coisas da vida...

6:57 da tarde  
Anonymous Anónimo said...

E não esquecendo os que sem insulto e sem azedume só escondem sob o anonimato a vergonha de se sentirem sem companhia, num mundo de companheiros que ultrapassou as fronteiras da geografia.

Obrigado.

F

5:02 da tarde  
Blogger MissPearls said...

Não é vergonha nenhuma sentir-se sem companhia.
Muitas vezes os blogs são tb formas de partilhar a solidão
Car@F,
este blog também é seu.
Isabel

5:10 da tarde  

Enviar um comentário

<< Home

eXTReMe Tracker