sexta-feira, dezembro 5

À mesa com o telemóvel

Com a introdução do telemóvel nas práticas sociais correntes, nomeadamente à hora das refeições, urge normalizar, de uma vez por todas, em que posição o mesmo se deve posicionar na organização tradicional de uma mesa. Mesmo com uma observação pouco aturada, é possível verificar os movimentos hesitantes na hora de o colocar sobre a toalha após uma conversa da treta, problemas de canalização, de negócios ou familiar: ao lado do guardanapo, do copo da água, do vinho, do prato da manteiga?? Enfim, um caos. A situação pode tornar-se ainda mais caótica se, em vez de um telemóvel existirem dois telemóveis, ou mesmo três ou quatro. Neste caso, estaremos até perante uma catástrofe, um choque em cadeia ou perigosas ultrapassagens pela direita, visto os utilizadores estarem distraídos e indiferentes ao que se passa à sua volta, nomeadamente aos outros comensais. Assim, creio ser necessário que se venha a pôr ordem na mesa, de forma a normalizar as boas práticas de convivência entre diversos telemóveis à hora das refeições. Para além do básico, isto é, não colocar os cotovelos na mesa, não falar com a boca cheia, não mastigar com a boca aberta, não soprar a sopa quente e de não levar a faca à boca (nunca viram?), seria conveniente estabelecer normas (porque não de etiqueta?) e procedimentos adequados à prática do telemóvel. Isto inclui, naturalmente, comportamentos a manter antes e depois de uma conversação, local apropriado para pousar o aparelho (antes e depois de atender chamadas), tempos máximos de ligação, tempos mínimos de conversa com os comensais, verbalização de grunhidos, volume dos toques, sonoridades das mensagens, como agir em caso de queda no chão ou na sopa, etc. etc.
A situação em que vivemos é insustentável. Assim é que não se pode comer com calma.

5 Comments:

Blogger BlahBlahBlah said...

Mas essa é muito fácil Isabel:
Entre as 20H00 e as 21H30 não se liga a ninguém porque durante as refeições não se incomoda ninguém, e depois das 22H30 tambem não se liga a ninguém porque se pode incomodar o descanso dos outros. [Regra básica desde que existe o telefone]. Em resumo: quando se está à mesa os telemóveis devem ficar devidamente guardados e em modo de silêncio. Quem não respeitar esta regrazinha básica anda a precisar de chazinho que não bebeu em pequenino e deve ser acordado para a realidade.

PS: Se for importante a pessoa volta a ligar em horário adequado, se for urgente insiste 3 vezes com três toques e aguarda que lhe retribuam a ligação, se for uma emergência que ligue para o 112 ou o Pronto Socorro :)

4:39 da manhã  
Blogger once said...

fantástico texto Miss Pearls, conheço uns tantos que precisariam de o ler .. posso levar? ;)

Beijinho e bom fim-de-semana

9:53 da manhã  
Blogger M Isabel G said...

Claro Patricia. Está à vontade:)

Bhah blah: as refeições são um desasossego: basta olhar a nossa volta nos restaurantes:)

11:28 da manhã  
Blogger Grande Jóia said...

É lamentavel e só a sua escrita nos faz rir sobre o assunto. Já pensou a Ceia de Natal cheia de telemóveis? O telemóvel é o convidado que ninguém devia trazer para a mesa.
Em relação à faca na boca e outros hábitos que menciona...cá em casa quando os miúdos eram pequenos e faziam coisas dessas, do lado alguém dizia: "Não comas à Vilares!" que era o nome do rapaz, hoje gente famosa, que na época frequentava as cantinas universitárias.
bj

10:55 da manhã  
Blogger M Isabel G said...

"Não comas à Vilares!" que era o nome do rapaz, hoje gente famosa, que na época frequentava as cantinas universitárias.2

SABE QUE TB CONHEÇO UM ESPÉCIMEN DESSES? AGORA SUPER SUPER:)

10:29 da tarde  

Enviar um comentário

<< Home

eXTReMe Tracker