quarta-feira, setembro 27

O "gamebox" mudou a minha vida

Não. É mesmo só o título do post, mas com a A23 e a A8 mais depressa se põem a jeito. Chegam sempre felizes e mesmo quando partem com a pouca sorte, o gamanço do árbito, a chatice do relvado, a malvada chuva, a porcaria do calor, as expulsões injustas, os cartões roubados, os penalties por marcar e as lesões por sarar, habituados à graçola alheia, voltam com a certeza de que é este o ano. Percebo tanto de futebol como de cultura de orquídeas. À excepção de um ou outro desalinhado, sempre vivi rodeada de sportinguistas, quase todos optimistas militantes e devotos sofredores. Tivesse eu o meu pai vivo e ainda teria as cotas em dia. - Como foi o jogo com os russos? - Não foi mau. Fomos os melhores dos portugueses. - Ganhámos, foi? - Não. (Também ouvi falar nisso. Mas era a brincar, não?) Os do costume aqui e aqui.

3 Comments:

Blogger João Távora said...

Este post foi uma (boa) surpresa. Rodeada de sportinguistas tenderá sempre a viver um bom ambiente. Nota: O empate com os russos ontem nem foi mau.

10:03 da manhã  
Blogger JC said...

E quem, exactamente, percebe de cultura das orquídeas? Vamos lá, quer uma "ajudita"? Percebe de casos policiais e nunca sai de casa. É um gastónomo. Tem nome de imperador romano e o seu criador de restaurante (não sei se ainda existe, o meu pai ia lá) lisboeta. E a resposta é:...................

7:57 da tarde  
Blogger MissPearls said...

João Távora,
Por vezes, a única coisa com que estamos de acordo é mesmo só com o Sporting :)

JC,
Tem que arranjar um coisa mais difícil :)
O Nero Wolfe do Rex Stout, claro.:)

9:00 da tarde  

Enviar um comentário

<< Home

eXTReMe Tracker