quarta-feira, agosto 30

Vidas de Verão (9) : "I love Portugal"

Eu sei que a tradição já deu o que tinha a dar em muitas coisas, mas há algumas que vou cumprindo como e quando posso. Por uma questão de memória ou memórias. Lá para o meio das férias na praia, era certinho: a minha mãe levava-nos a comprar postais ilustrados lá do sítio que obrigatoriamente enviávamos para avós, tios mais próximos, amigos e vizinhas. Se a memória não me atraiçoa, o texto que nos ditavam, devia ser sempre o mesmo de ano para ano e igual para todos: o tempo, a saúde, as viagens e o mar. Com o tempo, os afastamentos e com a morte, já praticamente foram todos desaparecendo e com eles o número de postais. Porém, ontem lá fui comprar dois ou três para gente que sei que os espera e que sabe que a tradição ainda é o que era. Pelos menos, o que diz respeito aos meus hábitos. Ao olhar para o escaparate, foi fácil de concluir que “o progresso” também chegou aqui. Juntamente com as habituais vistas aéreas da praia, de algum pormenor dos rochedos, das ruas e do areal, nada de retratos de ranchos folclóricos, fatos típicos ou tradições gastronómicas. Em compensação, havia uma dúzia de postais large size com meninas em bikinis small size. Ao lado do “galo de Barcelos” conviviam alegremente postais com mais meninas que amavam Portugal em inglês, com três singelas palavras que saíam das ondas. Deviam ser giras, mas o fotógrafo não estava para aí virado. Algumas deviam ser bastante viajadas pois para além do “I love Portugal” tinham (só) uns selos a servir de adereços.
Perto destas amorosas patriotas e ao lado de umas fotografias com meia dúzia de moinhos de existência duvidosa, encontrava-se um grupo de três dedicados rapazes que orgulhosamente exibiam o seu amor à pátria porém de forma mais discreta. De novo o recurso ao mar, às epopeias marítimas, à longa tradição turística nacional que se estende pelos areais e pelas toalhas de praia e que atravessa fronteiras com três letrinhas apenas :"I love Portugal".
Conhecido por todos o meu moderado patriotismo, lá seguiram três vistas áereas com alguma dúzia de anos e sem graça nenhuma.
Por acaso, nisto, a tradição ainda é o que era.

4 Comments:

Blogger Sérgio Aires said...

Olha que peninha... e eu que colecciono esses com as meninas que declaram o seu amor à pátria (seja aqui, seja no aeroporto de Frankfurt ou na República de San Marino...). Para a próxima não se esqueça que há gente (ok, de acordo, gentalha) que se pauta por outras tradições.
Beijos

11:57 da tarde  
Blogger MissPearls said...

Olá Sérgio
Está combinado !
Quando encontrar um postal com estas nossas compatriotas a sair da água de costas, envio para si. :)

12:22 da manhã  
Anonymous Bic Laranja said...

Mantenho o hábito dos postais. Gostei de ler que há mais pessoas... Cumpts.

10:40 da manhã  
Blogger MissPearls said...

Cumprimentos também Bic Laranja :)

9:11 da tarde  

Enviar um comentário

<< Home

eXTReMe Tracker