quinta-feira, maio 8

Zero pontos

O rapaz fez tudo como mandam as regras: apresentou-se ao telefone, disse ao que vinha e pediu a minha colaboração para responder ao questionário, qualquer coisa sobre o imposto do combustível, assegurando que seria breve. Convencida de que as estatísticas necessitavam muito da minha opinião ou mesmo, quem sabe, se os meus dados fariam a diferença, disponibilizei-me a responder com a verdade, verdadinha às perguntas que me fossem colocadas. Assim não quis o destino, pois a primeira pergunta, que tipo de viatura apreciava, valeu-me uma rápida desclassificação. A resposta nenhuma retirou-me de imediato da casa de partida, confrontando-me com as minhas fragilidades. Afinal nem sequer fazia parte do público alvo, informou-me gentilmente o rapaz. E sobre os portugueses dentro de viaturas? Ou viaturas nos passeios? Interessa-lhe? Insisti com o entrevistador, para que não considerasse ter perdido o seu tempo. Nada feito. Infelizmente, o mundo agitado dos combustíveis e os labirintos da fiscalidade iriam ter de passar sem mim.

2 Comments:

Anonymous Mike said...

Miss Pearls, o que eu já me ri com este seu "zero pontos".

1:50 da tarde  
Blogger MissPearls said...

:)

7:09 da tarde  

Enviar um comentário

<< Home

eXTReMe Tracker