terça-feira, dezembro 13

O concurso do presépio

Há anos que andamos por aqui, eu e o Luis Novaes Tito, de candeias ás avessas na política, próximos na civilidade e nas coisas da vida que realmente importam.
Mais um ano com saúde (como venho repetindo: o importante é voltar) e mais um grandioso concurso de presépios de Natal, dos quais nunca ganhei nenhum (injustamente). O Luis, como bom socialista, coloca todos os concorrentes ex aequo. Eu, que de socializante nada tenho, aprecio a livre concorrência e apresento-me todos os anos com uma fantástica peça de faiança do mais requintado recorte estético, com a fezada de que este é ano.
Aqui fica, pois, um lindo camelo (colecção particular), que vai seguindo o rasto da estrela mais brilhante, não em Belém, mas algures numa residência lisboeta onde se festeja o Natal e não o Pai Natal.
Para o Luis, o meu glorioso exemplar, no já habitual estilo conservador e tradicional (mas não ultramontano) que me caracteriza:


Para o Luis e família (este ano renovada), Festas Felizes. Desconfio que algures na sua sala, existe um presépio que há-de vir a estar, no futuro,  nas salas dos que lhe são mais queridos.

3 Comments:

Blogger Luis Novaes Tito said...

Verdade, Isabel. Este Natal até há uma nova menina para o meu presépio. Uma bela prenda de 2011 :).

Quanto a nós, políticas à parte até por ser coisa que não se deve discutir à mesa, cá vamos com saúde e ambicionando sempre aquilo que cada um, à sua maneira, entende ser melhor para todos.

Ficam os votos de Boas-Festas e o desejo que 2012 seja bem melhor do que a "desgracadeira" que nos pretendem impingir.

10:55 da manhã  
Blogger D.Generosa said...

É o "Gasparzinho"? É que ele este ano está em todos os lares portugueses, right? ;)

12:33 da tarde  
Blogger M Isabel G said...

O gasparzinho está nos nossos corações e carteiras:)

1:28 da tarde  

Enviar um comentário

<< Home

eXTReMe Tracker