sexta-feira, agosto 28

Um outro sol

Já se sente outro sol. São assim os finais de Agosto, fim de férias, outro aniversário, outra luz de fim de dia, já mais curto e sisudo como os tempos que aí vêm.
Sente-se um outro ar, que corre mais fresco nos corpos morenos que pedem abrigos, sacode-se a areia e já batem as portadas das janelas do vento que volta de novo.
É o fim de tempo que se quer livre, ligeiro, sem contratempos nem contrariedades. Ganham-se cores e forças para as velhas rotinas, amaldiçoadas e abençoadas, quando o corpo tem saúde e força para as vencer.
Fecham-se as cadeiras e guardam-se as lancheiras, é mais um ano que passa. O importante é voltar.

2 Comments:

Blogger GJ said...

O verniz nas unhas este ano esteve em alta, mas o sol muito fraco. Haja saúde e não bata com as portas ;)

3:01 da manhã  
Blogger Dulce Alves said...

São Martinho :) é com alguma tristeza que há meia dúzia de anos que já não ponho um pé nessa areia fina... e rebolar pelo monte de Salir abaixo? aiii, que saudades!

8:46 da manhã  

Enviar um comentário

<< Home

eXTReMe Tracker